Última hora

Última hora

Falta de diplomacia no encontro entre EUA e China

Em leitura:

Falta de diplomacia no encontro entre EUA e China

Falta de diplomacia no encontro entre EUA e China
Tamanho do texto Aa Aa

Foi pouco diplomático o encontro entre o secretário de Estado americano e o Ministro dos Negócios Estrangeiros Chinês, em Pequim. Mike Pompeo e Wang Yi não esconderam o mal estar entre os dois países.

O representante da Diplomacia chinesa acusou os Estados Unidos de terem vindo a aumentar continuamente o atrito nas relações comerciais com a China e de terem tomado uma série de ações que infringem os direitos legais da China.

Mike Pompeo mostrou disponibilidade para discutir estes assuntos que afetam os dois países, embora tenha reconhecido um desacordo fundamental.

As bolsas europeias reagiram à queda da bolsa chinesa, afetada pelos receios de que uma crescente guerra comercial com os Estados Unidos possa afetar o crescimento da China.

"A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China enfraquece os chineses. Como a China é um dos maiores mercados do mundo, vai haver consequências a longo prazo para as economias europeia e alemã, se os chineses não tiverem mais liquidez. E o facto de eles não terem mais liquidez também tem a ver com o stress a que eles estão a ser submetidos pelos Estados Unidos", disse o analista Oliver Roth.

O Orçamento do Estado de Itália também pressionou as bolsas europeias.