Última hora

Última hora

Comissão Europeia quer diálogo 'calmo e construtivo' com Itália

Em leitura:

Comissão Europeia quer diálogo 'calmo e construtivo' com Itália

Comissão Europeia quer diálogo 'calmo e construtivo' com Itália
Tamanho do texto Aa Aa

O comissário europeu para a economia, Pierre Moscovici, afirma que os problemas levantados pelo aumento do défice no orçamento italiano vão levar tempo a resolver e que Bruxelas quer estabelecer um diálogo calmo e construtivo.

"Não imagino o euro sem Itália e a Itália sem o euro"

Pierre Moscovici Comissário europeu para a economia

As declarações de Moscovici têm lugar depois da Comissão Europeia ter enviado uma carta ao executivo italiano na qual questiona o aumento do défice previsto no orçamento para o próximo ano.

"Em primeiro lugar gostaria de sublinhar que a Itália recebe o mesmo tratamento que os outros estados-membros e nesta questão não existem objetivos políticos, jogos de poder ou discriminações. Durante todos estes anos fiz tudo ao meu alcance para permitir que a Itália beneficie do pacto Europeu de Estabilidade o que significa 30 mil milhões de euros", afirmou em Roma o comissário europeu.

O ministro italiano da economia abriu as portas ao diálogo.

"Tomámos nota de todas estas diferentes avaliações e acreditamos poder oferecer uma explicação mais detalhada e o raciocínio por detrás desta decisão de forma a explicar à Comissão Europeia as reformas estruturais", disse Giovanni Tria.

A proposta orçamental italiana para 2019 prevê um défice de 2,4% do Produto Interno Bruto, um valor significativamente superior aos 0,8% prometidos pelo governo anterior de centro-esquerda.