Última hora

Última hora

Suspeito do envio de pacotes armadilhados arrisca 48 anos de prisão

Suspeito do envio de pacotes armadilhados arrisca 48 anos de prisão
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia norte-americana deteve o principal suspeito do envio de pacotes com engenhos explosivos a várias figuras do partido democrata. Trata-se de Cesar Sayoc, um apoiante fervoroso de Donald Trump de 56 anos, com várias detenções no cadastro por violência doméstica e roubo.

A carrinha onde o suspeito se encontrava a viver, de acordo com as autoridades, também foi apreendida. O FBI classificou o assunto de terrorismo doméstico e garante que os explosivos eram reais mas admite que é demasiado cedo para conhecer as motivações do suspeito.

Cristopher Wray, diretor do FBI, revela que conseguiram chegar à identidade do suspeito devido a uma impressão digital descoberta no pacote enviado a Maxine Waters.

Os destinatários têm sido invariavelmente críticos da administração Trump mas o presidente dos Estados Unidos assegura que irá até às últimas consequências para resolver o assunto:

"Não podemos permitir que a violência política ganhe raízes na América. Não iremos permitir! Estou empenhado em fazer tudo o que estiver no meu poder de presidente para colocar já um ponto final."

Sayoc foi acusado de cinco crimes: transporte de explosivos, envio de explosivos pelo correio, ameaças a antigos presidentes, ameaça às comunicações e ataque a agentes de autoridade. Caso seja considerado culpado, arrisca 48 anos de prisão.