Última hora

Última hora

"Estado da União": Merkel "despede-se" da política, mudança horária

Em leitura:

"Estado da União": Merkel "despede-se" da política, mudança horária

"Estado da União": Merkel "despede-se" da política, mudança horária
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de dois reveses impressionantes em eleições regionais, começou o fim de uma era: a chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou, esta semana, que não se recandidatará a presidente da União Democrática Cristã, em dezembro, cargo que ocupa desde 2000.

Merkel também anunciou que o quarto mandato como chanceler da maior economia europeia será o último porque não se vai recandidatar às eleições alemãs em 2021. A chanceler disse ter a firme convicção de que chegou a hora de abrir um novo capítulo, tanto na vida pessoal como na política alemã e europeia.

Este é o tema de abertura do "Estado da União", programa que passa em revista a atualidade europeia da semana.

Outra notícia a destacar é a proposta da Comissão Europeia para a uma mudança legislativa que pretende acabar com o ritual de alternar entre a hora de verão e de inverno, já no próximo ano.

A ideia é que cada um dos Estados-membros decida se quer ficar, permanentemente, na hora de verão ou de inverno.

Muitos acham esta ideia absurda, pois podemos acabar com uma manta de retalhos de fusos horários diferentes na União Europeia.

Outros argumentam que tomar essa decisão em 2019 é demasiado ambicioso. O setor de companhias aéreas, por exemplo, disse que precisa de cerca de 18 meses para se preparar.

Os ministros dos Transportes e do Ambiente da União Europeia reuniram-se, na Áustria, esta semana, para discutir como proceder.

Destaques na agenda da semana que vem:

  • Segunda-feira, 5 de novembro: Os ministros das Finanças do Eurogrupo reúnem-se, em Bruxelas, pela primeira vez após a rejeição do orçamento italiano pela Comissão Europeia
  • Terça-feira, 6 de novembro: Nos Estados Unidos da América decorrem as eleições intercalares que vão determinar se o Congresso será um contrapeso ao Presidente Donald Trump nos dois anos restantes do seu mandato
  • Domingo, 11 de novembro: O governo francês é anfitrião dos eventos comemorativos do fim da Primeira Guerra Mundial, em Paris. Donald Trump e Vladimir Putin são dois dos convidados esperados