EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Começou na Alemanha julgamento de antigo guarda nazi

Começou na Alemanha julgamento de antigo guarda nazi
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo a acusação, o antigo guarda tinha “conhecimento de todos os métodos usados para matar” e foi cúmplice mesmo que não tenha participado diretamente.

PUBLICIDADE

Em Munster, na Alemanha, começou o julgamento do antigo guarda do campo de concentração nazi de Stutthof.

O ministério publico não revelou a identidade deste alemão de 94 anos, acusado de cumplicidade em centenas de mortes.

O réu reconheceu que trabalhou como guarda no campo, situado perto de Gdansk, mas garantiu que não sabia nada sobre os assassinatos.

Segundo a acusação, o antigo guarda tinha “conhecimento de todos os métodos usados para matar” e foi cúmplice mesmo que não tenha participado diretamente.

Onur Oezata, um dos advogados de acusação, considera que para os seus clientes o que está em causa não é o futuro de um homem que vai para a prisão com 94 anos. Trata-se de fazer justiça mesmo que seja apenas um pequeno gesto.

Ben Cohen, neto de uma sobrevivente do Holocausto, lembra que a avó dedicou a vida a contar a sua história. “Esta é uma forma de fazer justiça em seu nome”.

Stutthof foi o primeiro campo de concentração nazi ativado fora da Alemanha e um dos últimos a ser libertado pelos Aliados, em maio de 1945.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líder regional do partido de extrema-direita AfD é julgado por utilizar símbolos nazis

Ativistas denunciam aumento do vandalismo antissemita na Alemanha

Primeiras deportações de Berlim para Auschwitz aconteceram há 82 anos