Última hora

Última hora

O Brexit no enclave de Gibraltar

Em leitura:

O Brexit no enclave de Gibraltar

O Brexit no enclave de Gibraltar
Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto os Estados membros da União Europeia dão os últimos retoques nos planos para a cimeira de domingo, com o divórcio entre UE e Reino Unido, a aproximar-se a passos largos, surgem novas velhas contendas. Desta vez Gibraltar volta a estar no centro da questão. Mas o que pensa quem lá vive sobre a questão da soberania?

"Estamos tão acostumados com este tipo de coisas, vindas dos governos anteriores de Espanha, que não é surpresa. Sabíamos que algo aconteceria. Estamos felizes que Theresa May esteja a segurar, firmemente, o leme. Não temos nada a ver com Espanha. Eles reclamam-nos. Mas isso é com eles. Eles podem reivindicá-lo para sempre", diz um reformado, Emilio Reyes.

"Acho que o senhor Sanchez deveria preocupar-se com os seus problemas internos e deixar de se preocupar connosco. Deixem-nos em paz", desabafa um taxista, John Charles Guy.

"É muito perturbador para as pessoas porque se sentem muito vulneráveis. Eles nunca quiseram este Brexit. E parece que, no final de contas, a Europa não está a enganá-los mas também não está a apoiá-los", adianta Ric Setter, um engenheiro.

Gibraltar foi cedido à Coroa Britânica em 1713, através do Tratado de Utrecht, mas Espanha sempre desejou recuperar o território. Mas em referendo, em 2002, os habitantes recusaram mesmo a partilha do território entre os dois países.