A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Fadiga" do Brexit sente-se também nas ruas de Bruxelas

"Fadiga" do Brexit sente-se também nas ruas de Bruxelas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Passaram mais de dois anos desde o referendo do Brexit e faltam apenas cerca de 100 dias para decretar o divórcio, mas esta espécie de "novela dramática" continua sem um fim à vista.

Há certamente uma certa fadiga com o Brexit porque é difícil seguir o que se passa

Markus Beyrer BusinessEurope

A euronews foi saber quão cansados do tema estão os transeuntes de Bruxelas.

"Não estou de todo aborrecida com isto tudo, mas gostaria de ter tido uma decisão hoje. Na verdade, pergunto-me o que vai acontecer e espero, realmente, que haja um segundo referendo ou talvez que seja tudo cancelado", Fabienne, da Bélgica.

REUTERS/Francois Walschaerts

"Penso que foi uma coisa estúpida desde o início, mas já é hora de a resolver ou de acabar com tudo, não?", Caroline, da Suíça/Reino Unido.

"Na Irlanda, neste momento, estamos totalmente exaustos de ouvir falar sobre Brexit e penso que o país em geral está muito preocupado com o que vai acontecer", John, da Irlanda.

"É um erro histórico. No momento em que o mundo está "de pernas para o ar" em muitos domínios, a Inglaterra tomou a má decisão de partir", Grimaldo, da Colômbia.

"É crucial discutir esta questão tão interessante. Talvez não interessante, mas perigosa, uma decisão errada que foi tomada, uma decisão que só foi tomada devido a diferenças políticas internas e, basicamente, foi apenas uma tática política. A campanha esteve cheia de mentiras e conceitos errados sobre o que seria o Reino Unido após o Brexit", Julius, da Áustria.

Já a comunidade empresarial está seriamente preocupada, e cada vez mais frustrada, mas tenta manter a calma e preparar-se para o resultado final.

"Há certamente uma certa fadiga com o Brexit porque é difícil seguir o que se passa e às vezes parece uma situação irracional. As pessoas estão um pouco cansadas do que está a acontecer, mas estamos motivados para continuar e encontrar uma solução", disse Markus Beyrer, diretor-geral do BusinessEurope.

"Não nos preocupa que haja negociações, sejam elas quais forem, mas pedimos a todos que assumam a responsabilidade de evitar um Brexit fora de controlo, pois isso seria um desastre para todas as partes", acrescentou Markus Beyrer.

Os restantes governos comunitários aguardam por clareza na cimeira da União Europeia, esta quinta-feira.