Última hora

Última hora

França prepara-se para mais um dia de protestos

França prepara-se para mais um dia de protestos
Tamanho do texto Aa Aa

É um verdadeiro teste para o presidente francês. O movimento dos Coletes Amarelos promete voltar às ruas para o quinto sábado de protestos, apesar dos pedidos do governo para o país voltar ao funcionamento normal e das advertências sobre os impactos na economia.

Emmanuel Macron pediu a "suspensão" das manifestações por causa da ameaça terrorista. Com a morte do autor do ataque no mercado de Estrasburgo vários grupos do movimento sublinham que já não há qualquer obstáculo e pedem a mobilização

A subida do preço dos combustíveis foi apenas o início da luta, como explicou à euronews Hayk Shahinyan, cofundador do Movimento dos Coletes Amarelos

“Queremos continuar a mobilização por uma razão muito simples: não concordamos com a forma como o dinheiro público está a ser gasto e com as decisões que estão a ser tomadas. Há milhões e centenas de milhões de euros que podem ser poupados simplesmente se as taxas forem aplicadas nos locais certos. É preciso que os pequenos contribuintes não sejam sempre os mais prejudicados”

No último fim-de-semana, os protestos reuniram cerca de 136 mil pessoas em França e deixaram um rasto de destruição, principalmente na capital.

Foram detidas mais de 1700 pessoas em todo o país.