Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

França prepara-se para mais um dia de protestos

França prepara-se para mais um dia de protestos
Tamanho do texto Aa Aa

É um verdadeiro teste para o presidente francês. O movimento dos Coletes Amarelos promete voltar às ruas para o quinto sábado de protestos, apesar dos pedidos do governo para o país voltar ao funcionamento normal e das advertências sobre os impactos na economia.

Emmanuel Macron pediu a "suspensão" das manifestações por causa da ameaça terrorista. Com a morte do autor do ataque no mercado de Estrasburgo vários grupos do movimento sublinham que já não há qualquer obstáculo e pedem a mobilização

A subida do preço dos combustíveis foi apenas o início da luta, como explicou à euronews Hayk Shahinyan, cofundador do Movimento dos Coletes Amarelos

“Queremos continuar a mobilização por uma razão muito simples: não concordamos com a forma como o dinheiro público está a ser gasto e com as decisões que estão a ser tomadas. Há milhões e centenas de milhões de euros que podem ser poupados simplesmente se as taxas forem aplicadas nos locais certos. É preciso que os pequenos contribuintes não sejam sempre os mais prejudicados”

No último fim-de-semana, os protestos reuniram cerca de 136 mil pessoas em França e deixaram um rasto de destruição, principalmente na capital.

Foram detidas mais de 1700 pessoas em todo o país.