Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Países da COP24 chegam a acordo sobre o clima

Países da COP24 chegam a acordo sobre o clima
Direitos de autor
REUTERS/Kacper Pempel
Tamanho do texto Aa Aa

Os países da COP 24 chegaram a consenso. As 197 nações participantes da Cimeira do Clima das Nações Unidas conseguiram chegar a um documento final para por em prática o acordo que visa travar o aquecimento global, alcançado em Paris, em 2015.

Este sábado a comunidade internacional estabeleceu, em Katowice, na Polónia as medidas a por em prática a partir de 2020.

Em cima das mesas estavam três questões-chave: a ambição de cada nação, o financiamento para atingir as metas de diminuição de emissões de gases com efeito de estufa e a diferenciação do contributo de cada país para esses objetivos.

As delegações trabalham sobre a versão final do documento - "rascunho" - de 144 páginas distribuído pela organização durante a madrugada.

Os países mais afetados pelas alterações climáticas querem que os países mais evoluídos económica e tecnologicamente, que ao longo do tempo têm poluído mais, contribuam mais para combater o aquecimento global.

A União Europeia exige o reconhecimento do texto de relatório do último painel intergovernamental; a Rússia e os Estados Unidos opõem-se.

Reconhecer o documento e os seus alertas significaria ter que tomar ações decisivas para limitar o aumento da temperatura global a 1,5 graus centígrados acima do que se verificava na era pré-industrial.