This content is not available in your region

Ativistas mobilizam-se para a COP26

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro  com Agências
euronews_icons_loading
Centenas de manifestantes ocupam já as ruas de Glasgow
Centenas de manifestantes ocupam já as ruas de Glasgow   -   Direitos de autor  Alastair Grant/AP

Tudo a postos para a Conferência do Clima, em Glasgow. A COP26 arranca esta segunda-feira. Sob o signo das Nações Unidas, o mundo tenta mais uma vez acertar o passo para travar as alterações climáticas.

Já na Escócia ou a caminho estão centenas de ativistas. Entre as vozes mais mediáticas, Greta Thunberg que partiu este sábado da estação ferroviária de Euston, em Londres, ao lado de Louisa Hotzelmann, uma ambientalista alemã que revela que o objetivo em Glasgow é fazer muito barulho e com isso passar a mensagem e dar sobretudo voz ao MAPA - o movimento das pessoas e áreas mais afectadas pela alterações climáticas já neste momento. A ativista explica que estas pessoas "são as que mais estão a passar pela crise climática e ninguém as ouve".

Os activistas esperam que a pressão da rua tenha reflexos nas decisões tomadas pelos chefes de Estado e de Governo. Tal como em Paris, em 2015 e, muito antes disso, na cimeira da Terra do Rio, em 1992, o sentimento é de urgência.

O presidente do Parlamento Europeu juntou-se este sábado às vozes que dizem que o mundo não pode permitir um fracasso na cimeira de Glasgow.