Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Protestos em Belgrado contra Presidente sérvio

Protestos em Belgrado contra Presidente sérvio
Tamanho do texto Aa Aa

Nem as temperaturas abaixo de zero, nem a neve, demoveram milhares de sérvios de saírem para as ruas em protesto contra o que dizem ser a repressão do governo do presidente Aleksandar Vucic, contra os partidos da oposição e os meios de comunicação. As críticas são muitas e as Legislativas de 2020 estão mesmo comprometidas:

Um ativista, Dusan Teodorivc, explica que a participação nas eleições, nas condições atuais, "é um ato de traição contra o povo sérvio e a Sérvia". Acrescenta que não haverá eleições até que o governo reveja as listas eleitorais", que diz terem sido "forjadas" contendo nomes de pessoas que já morreram.

Tratou-se da segunda jornada de protesto e a mais significativa, da oposição, desde a primavera de 2017, quando milhares de jovens protestaram durante semanas contra a vitória de Vucic nas presidenciais. O protesto foi convocado por partidos da oposição depois de um dos seus líderes ter sido espancado no mês passado.