A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Breves de Bruxelas": migrantes, Itália e emissões de CO2

"Breves de Bruxelas": migrantes, Itália e emissões de CO2
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 3400 pessoas morreram, este ano, em busca de uma vida melhor, das quais cerca de duas mil tentando chegar à Europa. O Dia Internacional dos Migrantes, celebrado a 18 de dezembro, tem este ano como slogan "Migração com Dignidade".

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • A União Europeia avançou, terça-feira, com novos planos para diminuir as emissões de dióxido de carbono dos automóveis em 37,5% até 2030. Os governos dos Estados-membros e o Parlamento Europeu fecharam o acordo para ajudar o bloco a cumprir os compromissos sob o acordo climático de Paris, mas a indústria automóvel considera que as metas são irrealistas.
  • A Comissão Europeia pediu à Itália que corte à volta de três mil milhoes de euros no orçamento para 2019, revelou o jornal Corriere della Sera. Foi a reação de Bruxelas a mais uma versão modificada do orçamento que terá de ter o carimbo europeu ainda esta semana.
  • A partir de quarta-feira faltarão cem dias para a data oficial do Brexit, mas o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia parece longe de estar concluído. Depois da última cimeira, na semana passado, a Comissão Europeia intensifica os preparativos para o cenário de não acordo, que deverão ser apresentados a 19 de dezembro.