Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

União Europeia impõe sanções ao Irão

União Europeia impõe sanções ao Irão
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia impôs, esta terça-feira, sanções aos serviços de informação do Irão e a dois funcionários acusados de envolvimento em vários homicídios e conspirações na Europa.

"Temos fortes indícios de que o governo iraniano esteve envolvido em dois assassinatos na Holanda em 2015 e 2017. Foram dois homicídios, dois assassinatos de opositores ao regime iraniano. É inédita esta morte de pessoas, opositores com diferentes nacionalidades, a viver noutros países assassinados no estrangeiro. Portanto, acho que assim vamos enviar uma mensagens forte contra o governo iraniano", afirma o diretor-geral dos serviços de segurança holandeses.

Em setembro do ano passado, uma investigação policial na Dinamarca encerrou grande parte do país. As autoridades procuravam descobrir o envolvimento do Irão na elaboração de listas de morte de exilados políticos.

No Twitter, o ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano contrarresponde, acusando países europeus como a Dinamarca, Holanda e França de acolherem os opositores ao regime alegadamente responsáveis por atos terroristas.

As acusações internacionais são vistas por Teerão como uma tentativa de enfraquecer as relações entre a União Europeia e o Irão, uma ligação marcada por compromissos económicos que assumem especial importância depois da saída dos Estados Unidos do acordo nuclear.