Última hora
This content is not available in your region

Maduro chama fascista a Bolsonaro

euronews_icons_loading
Maduro chama fascista a Bolsonaro
Direitos de autor  REUTERS/Adriana Loureiro
Tamanho do texto Aa Aa

Jair Bolsonaro, o novo presidente do Brasil, não esteve na tomada de posse, para um 2º mandato, de Nicolas Maduro mas não ficou fora do discurso do chefe de Estado venezuelano:

"Não podemos apagar os adjetivos no caso de uma direita como a venezuelana que já infetou, com o seu fascismo, intolerância e o seu extremismo a direita latino americana e caribenha, vejamos o caso do Brasil e o surgimento de um fascista como o presidente Jair Bolsonaro", afirmou Maduro.

O Brasil foi um dos países que, através da Organização dos Estados Americanos, não reconheceu a legitimidade do novo mandato de Maduro.