A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Maduro chama fascista a Bolsonaro

Maduro chama fascista a Bolsonaro
Direitos de autor
REUTERS/Adriana Loureiro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Jair Bolsonaro, o novo presidente do Brasil, não esteve na tomada de posse, para um 2º mandato, de Nicolas Maduro mas não ficou fora do discurso do chefe de Estado venezuelano:

"Não podemos apagar os adjetivos no caso de uma direita como a venezuelana que já infetou, com o seu fascismo, intolerância e o seu extremismo a direita latino americana e caribenha, vejamos o caso do Brasil e o surgimento de um fascista como o presidente Jair Bolsonaro", afirmou Maduro.

O Brasil foi um dos países que, através da Organização dos Estados Americanos, não reconheceu a legitimidade do novo mandato de Maduro.