A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Macron propõe uma "nova presidência" aos franceses

Macron propõe uma "nova presidência" aos franceses
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Numa França imersa num profundo questionamento político, embalado por quase dois meses de movimento "coletes amarelos", chegou a hora de um debate nacional. É assim que Emmanuel Macron justifica a escrita de uma carta aberta, com 5 páginas, na qual propõe entrar em conjunto com os franceses numa nova fase da presidência.

Vamos transformar a raiva em soluções.

Emmanuel Macron Presidente francês

Na missiva constam frases como "vamos transformar a raiva em soluções", "construir um novo contrato para a nação", "estruturar a ação do governo e do parlamento" e definir "as posições da França ao nível internacional".

E como a tarefa é, manifestamente, hercúlea, o presidente quer ouvir as propostas dos cidadãos através de um questionário, que será apresentado com 35 perguntas em torno de quatro temas: a fiscalidade, a organização do aparelho de Estado, a transição ecológica e a cidadania em geral, área que inclui o tão controverso dossiê da imigração.

Se os franceses vão mobilizar-se para responder, essa é ainda uma outra questão. Macron salienta que não vai voltar atrás em temas como a interrupção voluntária da gravidez ou a supressão do imposto sobre as fortunas.

O debate será lançado oficialmente esta terça-feira, numa pequena aldeia da Normandia, no norte do país.