Última hora

Última hora

Brexit: Líderes europeus pedem clarificação ao Reino Unido

Brexit: Líderes europeus pedem clarificação ao Reino Unido
Tamanho do texto Aa Aa

A rejeição do Parlamento britânico à proposta de acordo para o Brexit gerou reações imediatas entre os representantes europeus.

De Michel Barnier a Jean Claude Juncker, a expetativa passa agora por uma clarificação para o futuro.

"Agora é tempo de o Reino Unido nos dizer quais são os próximos passos. Do nosso lado continuaremos unidos e determinados em chegar a um acordo", afirmou Michel Barnier, negociador-chefe da União Europeia para o 'Brexit'.

A posição foi secundada por Guy Verhofstad, representante do Parlamento Europeu nas negociações: "Há necessidade de uma cooperação entre partidos, para que saibamos o que o Reino Unido quer e que haja uma maioria na Câmara dos Comuns a apoiar essa proposta. Se essa proposta for na direção de um relacionamento mais profundo com a União Europeia, estamos prontos para fazê-lo. Não somos contra isso, pelo contrário", explicou.

A reação do presidente da Comissão Europeia chegou através do Twitter. Jean-Claude Juncker lamentou o chumbo na votação, pediu esclarecimentos ao Reino Unido e lembrou que o tempo "está a esgotar-se" para os britânicos, em alusão ao dia 29 de março, data em que cessa o período de dois anos de negociações previsto no artigo 50 do Tratado de Lisboa.

Já Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, deixou no ar a ideia de um cancelamento do processo do 'Brexit' ao perguntar "quem terá finalmente a coragem de dizer qual é a única solução positiva" perante a impossibilidade de se estabelecer um acordo e a rejeição consensual do cenário de um não acordo.

O parlamento britânico chumbou hoje a proposta de acordo de saída do Reino Unido da União Europeia apresentada por Theresa May de forma inequívoca, com 432 votos contra e apenas 202 a favor, naquela que foi a maior derrota de sempre de um governo numa votação na Câmara dos Comuns.