Última hora

Última hora

Filipinas prometem "esmagar" autores de duplo atentado

Filipinas prometem "esmagar" autores de duplo atentado
Tamanho do texto Aa Aa

As Filipinas prometem "esmagar" os autores do duplo atentado que matou pelo menos 20 pessoas e feriu 80, este domingo. Duas bombas explodiram junto a uma catedral católica durante uma missa dominical, na ilha de Jolo, no sul do país.

O duplo atentado aconteceu seis dias depois de um referendo em que venceu o "sim", para dar mais autonomia a esta região, que tem uma população muçulmana significativa. A votação foi a solução política encontrada para tentar acabar com décadas de violência, entre separatistas islâmicos e o exército das Filipinas.

O ataque terrorista ainda não foi reivindicado, mas as autoridades suspeitam do grupo extremista Abu Sayyaf, que prometeu lealdade ao Estado Islâmico. A este grupo são atribuídos alguns dos piores atentados que abalaram as Filipinas nos últimos anos.