Alta Costura em Paris: Moda Made in Líbano

Alta Costura em Paris: Moda Made in Líbano
Direitos de autor 
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Georges Hobeika foi um dos primeiros a mostrar a coleção no calendário oficial da Semana da Alta Costura em Paris. A essência do palácio de Versalhes subiu à passerelle e a lenda de Marie-Antoinette foi bordada à mão nos tecidos.

PUBLICIDADE

Paris vestiu-se de Alta Costura. Terminaram os desfiles, mas os vestidos longos ficaram na memória da capital francesa. Os estilistas libaneses conquistam cada vez mais a indústria da moda e Paris é a cidade escolhida para mostrar ao mundo a criatividade vinda do Médio Oriente.

Georges Hobeika foi um dos primeiros a mostrar a coleção no calendário oficial da Semana da Alta Costura em Paris. A essência do palácio de Versalhes subiu à passerelle e a lenda de Marie-Antoinette foi bordada à mão nos tecidos.

View this post on Instagram

Georges Hobeika Couture SS 19 #georgeshobeika

A post shared by GEORGES HOBEIKA (@georgeshobeika) on

Um coleção majestosa, com bordados requintados e padrões botânicos inspirados nos jardins do castelo... Hobeika fez desfilar os sonhos, os sorrisos, as ilusões e a poesia do Palácio de Versailles, numa coleção de alta costura digna de Sua Majestade.

O Espírito do festival Burning Man, em Paris com Coco Rocha na passerelle. Rami Kadi - outro estilista com origens no Líbano - com ilusões visuais e cores hipnotizantes.

Combinações arrojadas e conjuntos totalmente bordados. Com vestidos joviais e leves, independentemente dos volumes nem e dos efeitos de cristal. Rami Kadi estreou-se na capital francesa e a coleção foi uma ode exuberante ao espírito livre.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tom Ford abre Semana da Moda de Nova Iorque

O circo da Dior com arlequins e manequins

"The place to be": Art Paris 2024 coloca as galerias de arte francesas no centro das atenções