EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Berlinale levanta o pano e esta sexta-feira exibe "A Portuguesa"

A presidente do júri Juliete Binoche com Dieter Kosslick e Anke Angelke
A presidente do júri Juliete Binoche com Dieter Kosslick e Anke Angelke Direitos de autor REUTERS/Hannibal Hanschke
Direitos de autor REUTERS/Hannibal Hanschke
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Portugal conta com duas longas-metragens no cartaz do Festival de Cinema de Berlim. A primeira apresentação de "O Serpentário" de Carlos conceição, é no sábado

PUBLICIDADE

A atriz francesa Juliete Binoche tem a honra este ano de presidir o júri do Festival de Cinema de Berlim. A abertura da Berlinale decorreu esta quinta-feira e esta sexta oferece já a exibição do primeiro filme português em cartaz.

Depois da estreia em novembro no festival argentino de Mar del Plata, o filme "A Portuguesa", realizado por Rita Azevedo e inspirado na obra de Manoel de Oliveira, vai contar com mais três exibições durante o festival.

A abertura oficial do evento fez-se com a estreia mundial de "The Kindness of Strangers", uma produção alemã com realização da dinamarquesa Lone Scherfig, que explora alguns dos problemas mais atuais como a violência doméstica e a emigração em busca de uma vida melhor.

Entre as 39  longas-metragens para ver até 17 de fevereiro nesta Berlinale há ainda mais uma portuguesa, o “Serpentário”, de Carlos Conceição, uma produção luso-angolana cuja primeira exibição acontece este sábado à tarde.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

E o urso de ouro vai para.... "Synonymes"

Temas atuais marcam alinhamento da Berlinale 2019

"Touch me not" conquista Urso de Ouro em Berlim