Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Rússia "desliga-se" da internet

Rússia "desliga-se" da internet
Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento russo aprovou um projeto de lei que prevê que o país se desligue da internet global para testar a sua defesa cibernética. O objetivo passa por garantir que os servidores nacionais continuam operacionais mesmo com a Rússia isolada da rede mundial.

Para os autores do projeto não se trata de uma questão de isolamento, mas sim de não precisar de usar servidores no estrangeiro para gerir o tráfego entre pessoas e empresas presentes no território russo.

O projeto permite à Rússia desligar-se da rede mundial em caso de ameaça mas dá ao Kremlin um controlo absoluto sobre as comunicações internas.

Os críticos apontam o dedo a um projeto que dá ao Estado o poder para supervisionar todas as mensagens dos cidadãos e ainda o poder para usar a informação por "motivos operacionais" sem que as operadoras de telecomunicação tenham o direito de dizer se essa informação foi verificada ou não.

Além do controlo interno, o novo sistema obriga ainda toda a informação externa a passar por pontos controlados pelo Estado, o que na prática permite a instalação de um sistema de censura online semelhante ao existente na China.

Por agora ainda existem bastantes dúvidas e perguntas por responder, por exemplo, que ameaças é que poderão levar a Rússia a mudar para este sistema e quanto é que isto irá custar aos cofres russos.