UE critica orçamento de Itália

UE critica orçamento de Itália
Tamanho do texto Aa Aa

O orçamento de Itália não contém medidas capazes de impulsionar o crescimento e torna o país um "risco de contágio" para a zona euro, noticiou esta quinta-feira o jornal italiano La Repubblica, citando um documento da Comissão Europeia.

De acordo com o periódico, o Relatório da Comissão sobre Itália, que será aprovado na próxima semana, prevê que o orçamento de 2019 terá efeitos negativos no crescimento económico, no défice e na dívida nacional.

O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, não comentou o documento, mas informou que vai encontrar-se com as autoridades italianas em maio.

A Itália entrou em recessão no final de 2018 levando a Comissão Europeia a rever em baixo o crescimento da economia, para 0,2%, em 2019.

Um número muito abaixo dos 1,5% previstos pelo Governo de Giuseppe Conte, ou dos 0,6% estimados pelo Banco de Itália.

O vice-primeiro-ministro, Matteo Salvini referiu, a uma rádio italiana, que é cedo para dizer se o Governo tem, ou não de apresentar um orçamento retificativo, de modo a cumprir a meta de deficit de 2,04% este ano.