Última hora

Huawei abre centro de cibersegurança em Bruxelas

Huawei abre centro de cibersegurança em Bruxelas
Tamanho do texto Aa Aa

A chinesa Huawei abriu um laboratório de cibersegurança em Bruxelas.

A gigante tecnológica procura assim acalmar os receios dos líderes europeus e responder às alegações norte-americanas de que os seus telemóveis representam um risco porque podem, alegadamente, facilitar a espionagem digital por parte do governo chinês.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.