Última hora

Última hora

Governo e oposição "alinhados" para retomar negociações na Nicarágua

Governo e oposição "alinhados" para retomar negociações na Nicarágua
Tamanho do texto Aa Aa

Foram precisos cinco dias de reuniões para o Governo da Nicarágua e a oposição romperem o impasse das conversações. O acordo sobre as regras para o diálogo destinado a resolver a crise política no país já se arrasta há cerca de um ano mas esta terça-feira houve desenvolvimentos.

O embaixador do Vaticano em Manágua anunciou que o "mapa do caminho a seguir" foi aprovado. Waldemar Sommertag terá o papel de "testemunha internacional" nas negociações que contarão com a presença de representantes da Igreja Católica e das Igrejas Protestantes entre a segunda e sexta-feira da semana que vem.

Em teoria, o dia 28 de março marcará o fim das negociações mas a data pode ser prorrogada "por consenso."

A crise política na Nicarágua começou a 18 de abril de 2018 com manifestações contra o Governo de Daniel Ortega, o presidente há 12 anos no poder. Degenerou em crise social. Há centenas de mortos, de desaparecidos e detidos, milhares de feridos e de exilados.