Última hora

Última hora

Huawei vai processar Estados Unidos

Huawei vai processar Estados Unidos
Tamanho do texto Aa Aa

É a resposta da Huawei à desconfiança de Washington sobre alegada espionagem por parte da gigante tecnológica.

A empresa chinesa vai processar o governo dos Estados Unidos por ter proibido os serviços públicos do país de comprarem equipamentos do grupo.

O anúncio foi feito esta quinta-feira por Guo Ping, um dos presidentes da empresa.

“Depois de esgotarmos todos os outros meios para acalmar as dúvidas de alguns legisladores dos Estados Unidos, não temos outra escolha senão contestar a lei no tribunal."

Guo Ping considera que Washington não apresentou nenhuma prova capaz de justificar as restrições e diz que a lei promulgada não deu hipótese de defesa.

Lu Kang, o porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, mostrou que a decisão da Huawei tem o apoio do governo de Pequim.

"Acreditamos que é totalmente razoável e compreensíveis as empresas protegerem os seus direitos legítimos por meios legais".

Em agosto do ano passado, Donald Trump proibiu o governo federal de utilizar tecnologias da Huawei e tentou persuadir países aliados a evitar equipamentos do grupo mostrado riscos de cibersegurança

Esta quarta-feira. a empresa chinesa inaugurou o Centro de Transparência e Cibersegurança em Bruxelas.