A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Russos contra restrições à Internet

Russos contra restrições à Internet
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas participaram num protesto em Moscovo contra o reforço das restrições da internet anunciado pelo governo. Os deputados justificam a decisão com a necessidade de impedir que outros países interfiram com os assuntos internos russos. Os manifestantes falam de controlo e censura à oposição.

Sergey Boiko, do Partido Libertário da Rússia, alerta para as consequências desta medida.

"Na verdade, uma espécie de cortina de ferro está a ser instalada na Internet seguindo o exemplo do firewall chinês. Se quiserem, eles podem sempre carregar no botão vermelho para outras zonas, para a Internet internacional".

A manifestação deste domingo foi uma das maiores dos últimos anos em Moscovo.

Ativistas da oposição escreveram nas redes sociais que a polícia prendeu 15 pessoas na manifestação

A polícia não anunciou qualquer detenção.