Última hora

Última hora

"Uma prótese eficiente é sempre muito cara"

"Uma prótese eficiente é sempre muito cara"
Tamanho do texto Aa Aa

O que pode a ciência fazer pelos amputados transfemorais? Perguntámos a Daniele Bellini, que perdeu uma perna há 15 anos num acidente..

Hoje é voluntário num projeto europeu para o desenvolvimento de próteses e exosqueletos com vista a reduzir o esforço de amputados como ele.

Estima-se que, para andar, Daniele gaste o dobro da energia de quem usa as duas pernas.