Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Áustria investiga ligação a massacre de Christchurch

Áustria investiga ligação a massacre de Christchurch
Tamanho do texto Aa Aa

Massacre de Cristchurch tem reflexos na Áustria. Discutir se grupos de extrema-direita, como os identitários, poderiam ser proibidos na Áustria, foi um dos temas da reunião ordinária do Conselho de Ministros em Viena,

Após o anúncio de uma doação do assassino da Nova Zelândia a grupos identitários de extrema-direita, o Governo federal está agora a investigar a dissolução da organização.

"As autoridades estão atualmente a investigar se houve contactos com extremistas, grupos e redes na Áustria. Atualmente, há apenas provas de uma atividade de doação para o Movimento Identitário ou o seu porta-voz. Não são conhecidos contactos pessoais com pessoas ou organizações extremistas," declarou o ministro do Interior austríaco, Herbert Kickl.

O ministro esclareceu que se investiga se existe uma organização terrorista, se o líder dos extremistas de direita já foi alvo de investigações e se houve mais contactos entre o atacante de Christchurch e cidadãos austríacos.