A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Angola e Rússia estreitam relações diplomáticas

João Lourenço e Vladimir Putin no Kremlin
João Lourenço e Vladimir Putin no Kremlin -
Direitos de autor
Reuters/POOL
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Parceiros no passado e companheiros no futuro.

Rússia e Angola planeiam aprofundar e diversificar as relações comerciais.

De visita a Moscovo, o presidente angolano João Lourenço assinou com Vladimir Putin vários acordos comerciais e memorandos de cooperação, como testemunhou a correspondente da Euronews na Rússia, Galina Polonskaya.

"É fácil para Vladimir Putin e João Lourenço falar a mesma língua. O líder angolano formou-se numa academia militar na antiga União Soviética, ambos gostam de artes marciais e a cooperação militar, sem dúvida, interessa a ambas as partes. João Lourenço também disse a Vladimir Putin que está contar com sérios investimentos russos na economia angolana."

Além de investimentos no setor dos diamantes e petróleo, foram também assinados acordos de cooperação no setor das pescas e exploração espacial. Numa entrevista à agência russa de notícias, João Lourenço falou também na possibilidade de Moscovo construir uma fábrica de equipamento militar em Angola, algo que faz todo o sentido para o diretor-geral do Conselho de Assuntos Internacionais da Rússia, Andrey Kortunov.

"A União Soviética foi um dos principais fornecedores de armamento e muitos militares angolanos foram treinados na antiga União Soviética e mais tarde na Rússia. Eles têm uma inércia significativa, ou seja, não houve uma atualização dos conhecimentos ou do material e naturalmente há uma necessidade de manutenção, na atualização de certos tipos de armas, na formação de pessoal e agora existem condições bastante favoráveis para a continuação e desenvolvimento da cooperação na esfera técnico-militar."

Andrey Kortunov lembra ainda que Angola tem uma importante localização estratégica em África com várias vias comunicação terrestres e marítimas a atravessarem o país e que também por isso é um dos parceiros mais importantes da Rússia no continente africano.