Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Angola e Rússia estreitam relações diplomáticas

João Lourenço e Vladimir Putin no Kremlin
João Lourenço e Vladimir Putin no Kremlin -
Direitos de autor
Reuters/POOL
Tamanho do texto Aa Aa

Parceiros no passado e companheiros no futuro.

Rússia e Angola planeiam aprofundar e diversificar as relações comerciais.

De visita a Moscovo, o presidente angolano João Lourenço assinou com Vladimir Putin vários acordos comerciais e memorandos de cooperação, como testemunhou a correspondente da Euronews na Rússia, Galina Polonskaya.

"É fácil para Vladimir Putin e João Lourenço falar a mesma língua. O líder angolano formou-se numa academia militar na antiga União Soviética, ambos gostam de artes marciais e a cooperação militar, sem dúvida, interessa a ambas as partes. João Lourenço também disse a Vladimir Putin que está contar com sérios investimentos russos na economia angolana."

Além de investimentos no setor dos diamantes e petróleo, foram também assinados acordos de cooperação no setor das pescas e exploração espacial. Numa entrevista à agência russa de notícias, João Lourenço falou também na possibilidade de Moscovo construir uma fábrica de equipamento militar em Angola, algo que faz todo o sentido para o diretor-geral do Conselho de Assuntos Internacionais da Rússia, Andrey Kortunov.

"A União Soviética foi um dos principais fornecedores de armamento e muitos militares angolanos foram treinados na antiga União Soviética e mais tarde na Rússia. Eles têm uma inércia significativa, ou seja, não houve uma atualização dos conhecimentos ou do material e naturalmente há uma necessidade de manutenção, na atualização de certos tipos de armas, na formação de pessoal e agora existem condições bastante favoráveis para a continuação e desenvolvimento da cooperação na esfera técnico-militar."

Andrey Kortunov lembra ainda que Angola tem uma importante localização estratégica em África com várias vias comunicação terrestres e marítimas a atravessarem o país e que também por isso é um dos parceiros mais importantes da Rússia no continente africano.