Última hora

Última hora

Mau tempo provoca 70 mortos e obriga a deslocar milhares de pessoas

Dois militares ajudam um idoso no meio da lama deixada pela tempestade
Dois militares ajudam um idoso no meio da lama deixada pela tempestade
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 70 pessoas já morreram e milhares receberam este sábado ordem do governo iraniano para evacuarem seis cidades no sudoeste do país devido ao risco de inundações após a abertura da barragem de Karkheh na noite de sexta-feira.

O Irão está a ser afetado por fortes chuvadas há mais de duas semanas, com cheias no noroeste e do sudoeste do país.

Algumas barragens ficaram sob pressão e tiveram de ser abertas, o que agravou ainda mais a subida das águas.

De acordo com a agência de notícias IRNA, diversas estradas e caminhos de ferro estão cortados devido às inundações e a deslizamentos de terras.

O ministro do Interior iraniano estima que "pelo menos 400 mil pessoas estão expostas às cheias."

"Não podemos correr riscos, por isso temos de garantir, se Deus quiser, que não haverá mais incidentes", expressou o ministro Abdolreza Rahmani Fazli, aos microfones da IRINN.

Alemanha, França, Rússia e Suíça já enviaram ajuda humanitária para o Irão.

O ministro russo de Situações de Emergência, citado pela IRNA, detalhou ter enviado 400 tendas, cobertores e camas desdobráveis desde a respetiva representação em Yerevan, capital da Arménia, criada em 2015 para auxiliar os aliados na região.