Última hora

Última hora

Daesh reivindica autoria dos ataques no Sri Lanka

Daesh reivindica autoria dos ataques no Sri Lanka
Tamanho do texto Aa Aa

O grupo Estado Islâmico reivindicou, esta terça-feira, a autoria pelas várias explosões em várias igrejas e hotéis do Sri Lanka, no domingo de Páscoa. De acordo com o último balanço das autoridades, pelo menos 321 pessoas morreram e mais de 500 ficaram feridas.

De acordo com um comunicado difundido pela agência Amaq, do Daesh, "os autores do ataque que visou cristãos e cidadãos dos países da coligação (liderada pelos Estados Unidos da América e composta por 75 países), são militantes do grupo jihadista Estado islâmico".

Não foi fornecida qualquer prova do envolvimento do Daesh, pelo que não foi, ainda, possível verificar a sua veracidade.

As autoridades do Sri Lanka acreditam que os ataques terão sido perpetrados por militantes do grupo National Thowheed Jamath, com o apoio do exterior. Os investigadores acreditam que o atentado foi uma retaliação pelo massacre de muçulmanos na Nova Zelândia, em março deste ano.