China e Rússia juntam-se na protecção de pandas gigantes

China e Rússia juntam-se na protecção de pandas gigantes
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Centro de Pesquisa e Conservação do Panda Gigante da China e o Zoológico da Rússia assinaram um acordo de 15 anos para promover a cooperação internacional na proteção de pandas gigantes

PUBLICIDADE

O Centro de Pesquisa e Conservação do Panda Gigante da China e o Zoológico da Rússia assinaram um acordo de 15 anos para promover a cooperação internacional na proteção de pandas gigantes.

O objectivo do acordo é melhorar a conservação de espécies ameaçadas bem como a diversidade biológica dos dois países.

Ru Yi, o panda macho nascido em 2016, e Ding Ding, o panda fêmea nascido em 2017, deixam o centro de pesquisa e conservação do panda gigante na China esta segunda-feira, para uma pesquisa colaborativa em Moscovo

Os dois pandas tiveram um período de quarentena de 30 dias exigidos pela alfândega da cidade de Chengdu, capital de Sichuan, antes de partirem.

O zoológico de Moscou enviou veterinários e guardas para a China dias antes para aprenderem sobre a reprodução e cuidados médicos de pandas gigantes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jardim zoológico canta parabéns a pandas gigantes

O mais novo filhote da panda gigante do jardim zoológico de Washington apresenta-se aos meios de comunicação

Ucrânia lança ataque com drones contra infraestruturas energéticas da Rússia