Última hora

Última hora

Mais de 100 detidos em manifestações na Rússia

Mais de 100 detidos em manifestações na Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 120 pessoas foram detidas na Rússia durante as manifestações do 1° de maio.

Segundo o grupo ativista OVD-Info, a maioria das detenções ocorreu em São Petersburgo, a segunda maior cidade do país. Aqui, pelo menos 68 pessoas foram detidas durante uma marcha de protesto contra o presidente Vladimir Putin.

A organização não-governamental adiantou que mais de duas mil pessoas, incluindo apoiantes do líder da oposição Alexei Navalny, participaram na marcha.

Alguns exibiam cartazes contra o Kremlin onde se lia "Putin não é eterno", referindo-se a Vladimir Putin que, há quase vinte anos, está no poder como presidente ou como primeiro-ministro. Espera-se que se mantenha na presidência do país até 2024.

As manifestações de protesto ocorrem numa altura me que a popularidade do presidente russo caiu dos 90% para os 60%.

A População está descontente devido à controversa reforma do sistema de pensões e à redução do poder de compra no país, devido às sanções ocidentais contra a Rússia após a anexação da península da Crimeia, em 2014.