A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grand Slam de Baku: ouro duplo para o Japão e primeira medalha de ouro para a nação anfitriã

Grand Slam de Baku: ouro duplo para o Japão e primeira medalha de ouro para a nação anfitriã
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O centro Heydar Aliyev foi hoje palco da incrível cerimónia de abertura do Grand Slam de Baku, e o dia foi de glória para o Azerbaijão.

O Homem do Dia

O nosso homem do dia foi Hidayat Heydarov, que esteve na sua melhor forma e fez as delícias do público da casa avançando sem problemas até à final com exibições sucessivas de judo ao mais alto nível. Após derrotar na meia-final de -73kg o seu rival compatriota Rustan Orujov, o judoca venceu na final Tohar Butbul, do Israel, conquistando a primeira medalha de ouro do torneio para o Azerbaijão.

O judoca foi premiado pelo Presidente da Federação de Judo do Azerbaijão, Rovnag Abdullayev.

A Mulher do Dia

A atual campeã do mundo Chizuru Arai revelou-se a nossa mulher do dia. Depois de alcançar a vitória em Baku em Setembro passado, a nipónica regressou para repetir a proeza, derrotando na final de -70kg a sueca Anna Bernholm, com um fantástico Ashi Guruma.

"Estou muito feliz por ganhar novamente em Baku. Embora seja um estádio diferente daquele em que competi no campeonato do mundo, a emoção é a mesma. Foi uma grande alegria voltar como campeã do mundo e vencer outra vez," comentou.

As restantes categorias em prova

Em -81kg, Sagi Muki esteve mais uma vez no seu melhor. A revanche do confronto no início deste ano em Tel Aviv frente ao búlgaro Ivaylo Ivanov teve o mesmo resultado: mais uma medalha de ouro para o judoca de Israel.

"O Ivaylo Ivanov também é um atleta forte e eu sabia que a final não ía ser fácil, e consegui vencê-lo no ponto de ouro. Foi difícil, porque ele é esperto e aprende com o passado," afirmou Sagi Muki.

Em -63kg, a eslovena Tina Trstenjak foi mais uma vez eliminada pela japonesa Miku Tashiro, que alcança assim o recorde de oito vitórias sobre a atual campeã olímpica, desta vez graças a uma inteligente chave de braços. Um feito espetacular.

Miku Tashiro e Tina Trstenjak na final de -63kg

O Movimento do Dia

Telman Valiyev do Azerbaijão produziu o nosso movimento do dia na disputa pelo bronze em -73kg , atacando o russo rei dos Ashi-wazaDenis Iartcev com o seu próprio Ashi-waza. Mais um momento brilhante de judo no Grand Slam da Terra do Fogo.

O rei dos Ashi-waza Denis Iartcev rendeu-se ao Ashi-waza de Telman Valiyev.

A comitiva portuguesa

Nuno Saraiva avançou hoje até ao terceiro combate na categoria de -73 kg, onde perdeu após dois minutos e meio frente a Akil Gjakova, do Kosovo, por ippon.

Nos -70 kg, Bárbara Timo perdeu por Waza ari no segundo combate, frente à austríaca Michaela Polleres.

Anri Egutidze (-81kg) foi desqualificado de forma inédita logo nos primeiros segundos do combate inaugural, frente ao sueco Robin Pacek, ao deixar cair um telemóvel durante o combate.

No primeiro dia da prova, Catarina Costa conquistou a medalha de bronze na categoria de -48 kg, a sua segunda este ano.

Amanhã, último dia da prova, combatem mais três judocas lusos: Yahima Ramirez (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg).