Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Luso-brasileira Rochele Nunes vence bronze por Portugal no Grande Prémio de Tel Aviv

Luso-brasileira Rochele Nunes vence bronze por Portugal no Grande Prémio de Tel Aviv
Tamanho do texto Aa Aa

O Grande Prémio de Judo organizado pela primeira vez em Tel Aviv chegou hoje ao fim em clima de festa.

A judoca Rochele Nunes, que foi contratada pelo Benfica, estreou-se pela seleção portuguesa arrebatando uma medalha de bronze. A competir em +78kg, a judoca alcançou um terceiro lugar ex-aequo ao superar a croata Ivana Sutalo, por ippon.

A judoca Iryna Kindzerska do Azerbeijão sagrou-se a campeã da categoria, vencendo a ucrâniana Yelyzaveta Kalanina com um forte golpe de arremesso e somando duas medalhas de ouro consecutivas num Grande Prémio.

Iryna Kindzerska, Yelyzaveta Kalanina, Rochele Nunes e Anamari Velensek

A exibição forte da nação anfitriã

A temporada de 2019 do circuito mundial de judo começou da melhor maneira e a equipa de Israel, a competir este ano em casa, teve uma participação forte e muito aplaudida.

A seleção de Israel somou mais um sucesso no último dia da prova. A competir em +100kg, o judoca olímpico vencedor da medalha de bronze Or Sasson ganhou a última medalha de ouro do torneio para Israel. A nação anfitriã alcançou um total de 4 medalhas de ouro, 2 de prata e 1 de bronze na prova.

O judoca recebeu a sua medalha das mãos de Moshe Ponte, presidente da Associação de Judo de Israel.

O dia da França

Mas o último dia foi da França, com o veterano Axel Clerget (-90kg) a revelar-se o nosso homem do dia. O judoca ganhou a primeira medalha de ouro da França na competição, aplicando um engenhoso golpe de braços sobre o seu adversário italiano Nicholas Mungai, que se rendeu depois de dar muita luta.

"Da última vez vez que competi no Campeonato Europeu fui eliminado muito cedo, por isso queria regressar a esta arena porque o clima é ótimo, como em Paris. É um público de fãs incondicionais de judo," comentou o judoca francês.

Mas hoje ouve mais Ouro para a França, com a vitória de Alexandre Iddir nos -100kg. O judoca marcou uma pontuação Waza-ari e conseguiu depois lutar à defesa até garantir o triunfo.

Momento da final entre Axel Clerget e Nicholas Mungai

A mulher do dia

A nossa mulher do dia foi Klara Apotekar, da Eslovénia, que terminou o torneio de forma espetacular, com um forte ataque Sumi Gaeshi, marcando o Waza-ari do empate. No prolongamento, a adversária kosovar Loriana Kuka lutou bem, mas não conseguiu resistir ao brilhante Sutemi-waza da eslovena, que marcou 2-1 contra Kuka e f oi coroada campeã em -78kg.

As judocas portuguesas Patrícia Sampaio e Yahima Ramirez, que competiam também em -78kg, alcançaram o quinto e o sétimo lugar, respectivamente.

O movimento do dia

O movimento do dia coube ao italiano Nicholas Mungai. Um _Tomoe-Nag_e extremamente bem executado deixou o adversário holandês Jesper Smink práticamente às cavalitas do italiano – espetacular. Um golpe de pernas seguido do derradeiro arremeso garantiram-lhe a vitória.

O balanço da equipa portuguesa no Grande Prémio

Portugal esteve presente no Grande Prémio de Tel Aviv com 11 judocas.

Para além do triunfo de hoje de Rochele Nunes e do desempenho de Patrícia Sampaio e Yahima Ramirez, o judoca luso Tiago Rodrigues foi afastado logo ao primeiro combate dos -90kg.

No primeiro dia do torneio, Maria Siderot foi quinta nos -48kg e no segundo dia Anti Egutidze foi quinto colocado nos -81kg.