Última hora

Última hora

Dia 2 do Grand Slam de Düsseldorf: domínio do Japão e Anri Egutidze (-81kg) quinto classificado

Dia 2 do Grand Slam de Düsseldorf: domínio do Japão e Anri Egutidze (-81kg) quinto classificado
Tamanho do texto Aa Aa

Anri Egutidze (-81 kg) foi o português mais bem classificado no segundo dia do Grand Slam de Judo de Düsseldorf.

O judoca do Sporting começou bem alcançando dois triunfos, primeiro sobre o brasileiro Eduardo Yudy Santos e depois sobre o azeri Fagan Guluzada. O português rendeu-se ao dinamismo do japonês Sotaro Fujiwara, vice-campeão do mundo do ano passado.

Na repescagem, Egutidze venceu o húngaro Attila Ungvari mas no ponto de ouro do combate com o belga Matthias Casse, sofreu uma lesão e foi forçado a abandonar, terminando em quinto lugar da classificação.

Anri Egutidze e Sotaro Fujiwara

Na mesma categoria, Carlos Luz ganhou os seus dois primeiros combates, frente a Vladimir Zoloev, do Quirguistão, e ao alemão Niklas Bloechl, antes de perder frente ao russo Aslan Lappinagov.

Bárbara Timo (-70kg), medalha de bronze no Grand Slam de Paris, venceu a chinesa Zhu Ya mas foi derrotada pela alemã Miriam Butkereit.

Em -73 kg, Jorge Fernandes foi afastado logo no primeiro combate, ao perder com o italiano Giovanni Esposito.

O nosso Homem do Dia

O campeão olímpico Shohei Ono revelou-se o nosso homem do dia. O japonês cativou a atenção do público alemão demonstrando um judo empolgante e o seu famoso uchi-mata - uma exibição que muitos viajaram até Düsseldorf para ver.

Num combate duro em -73kg frente ao seu compatriota e principal rival Masashi Ebinuma, uma fantástica técnica de sacrifício confirmou a liderança do judoca no Japão e garantiu-lhe o triunfo no Grand Slam.

Shohei Ono recebeu a medalha de ouro das mãos do membro do conselho municipal de Düsseldorf Burkhard Hintzsche.

"O Mashashi Ebinuma e eu treinámos no mesmo dojo no liceu e estarmos hoje juntos neste torneio internacional é muito especial. Durante o combate, tentei não me sentir intimidado pela presença forte que ele tem e isso deu-me confiança. Ao vencê-lo senti um respeito muito grande por ele, que é meu sénior," comentou sobre a final.

A nossa Mulher do Dia

Em -70kg, a vencedora da medalha de bronze nos jogos olímpicos de 2016 Sally Conway revelou-se a nossa mulher do dia. A britânica demonstrou um judo tático e um enorme talento para os golpes de braços e técnicas Ne-waza, que lhe abriram o caminho para a vitória frente à alemã Miriam Butkereit. Esta foi a sua terceira medalha num Grand Slam e a sua primeira em Düsseldorf.

A judoca foi premiada com a medalha de ouro pelo presidente da Federação Internacional de JudoMarius Vizer.

"Eu sabia que vir aqui hoje e chegar à final ía ser difícil e ía haver muita pressão. Mas tentei concentrar-me apenas em como lutar contra a minha adversária. Tentei dominar-lhe os braços porque ela é muito alta e por isso é perigosa. Senti que tinha que definir o ritmo da luta e aproveitar as minhas oportunidades sempre que possível," disse.

Com esperanças na qualificação para os jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a japonesa vencedora da medalha de bronze do World Judo Masters Miku Tashiro venceu a ex-vencedora do Grande Prémio de Tashkent Daria Davydova, da Rússia, conquistando a sua segunda medalha de ouro num Grand Slam. A 7.ª do ranking mundial, Tashiro não deu hipóteses à russa, atingindo a vitória na categoria de -63kg com um clássico o-uchi-gari, que deixou a adversária no tatami.

Miku Tashiro foi condecorada pela Secretária de Estado do Desporto Andrea Milz.

Japão ganhou ainda mais uma medalha de ouro, já que o vice-campeão do mundo de 2018 Sotaro Fujiwara sagrou-se vencedor em -81kg numa disputada final frente ao russo Aslan Lappinagov.

O movimento do dia

Mas os Uchi-mata do dia não foram todos para o japonês Shohei Ono. O nosso movimento do dia coube ao russo a competir em -73kg Musa Mogushkov, cujo uchi-mata decisivo atirou pelo ar o alemão Hamsat Isaev, num exemplo fantástico de uma das técnicas mais espetaculares do judo.

O uchi-mata de Musa Mogushkov

A seleção portuguesa

A seleção portuguesa em Düsseldorf conta ainda com a participação de Tiago Rodrigues (-90 kg), Jorge Fonseca (-100 kg), Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio (-78 kg), e Rochele Nunes (+78 kg), que competem no domingo, último dia do Grand Slam.