Última hora

Última hora

Grand Slam de Baku: Japão, Brasil e Azerbaijão lideram a tabela de medalhas

Grand Slam de Baku: Japão, Brasil e Azerbaijão lideram a tabela de medalhas
Tamanho do texto Aa Aa

O Grand Slam de Judo de Baku, no Azerbaijão, concluíu com medalhas de ouro nas cinco categorias hoje em prova para a Sérbia, Holanda, Alemanha, Geórgia e Ucrânia.

O Japão, o Brasil e o Azerbaijão somaram o maior número de medalhas no torneio.

O Homem do Dia

O sérvio ex-campeão do mundo Nemanja Majdov veio até Baku para provar que está na sua melhor forma. O judoca derrotou na meia-final de -90kg o atual campeão do mundo Nikoloz Sherazadishvili com uma belíssima variação personalizada de Kata Guruma.

Na final, o favorito a competir em casa Mammadali Mehdiyev fez-lhe frente mas o sérvio esteve imbatível no seu contra-ataque e conquistou a vitória, revelando-se o nosso homem do dia.

"Gosto de sentir pressão, gosto de sentir que estou a lutar contra todos. Sentir o público a meu favor ou contra mim não me faz diferença. O judo é assim e temos que respeitá-lo. É um desporto incrível e precisamos de público. Gosto que o público apoie a sua equipa e os seus atletas," comentou Nemanja Majdov.

A Mulher do Dia

A final de -78kg foi um derby alemão entre Luise Malzahn e Anna-Maria Wagner em que a experiência venceu a juventude. Um contra-ataque ao Osoto de Anna-Maria Wagner e um Ouchi valeram a Luise Malzahn duas sólidas pontuações Waza-ari e o lugar do topo do pódio do Grand Slam pela primeira vez em 5 anos. A judoca sagrou-se assim a nossa mulher do dia.

"Fiquei um pouco surpresa com as pontuações. Tinha esperança na vitória mas claro que depois de alguns minutos, ela reagiu e deu luta. Eu arrisquei com o Ouchi, que me deu o segundo Waza-ari e a vitória," afirmou.

As restantes categorias em prova

O holandês Michael Korrel dominou os combates dos -100kg , superando cada um dos seus adversários com uma combinação de rápidos Kouchi e uma forte técnica no arremesso. O judoca ex-campeão do mundo venceu na final o russo Kazbek Zankishiev, conquistando a sua primeira medalha no Grand Slam desde o prestigiado torneio de Paris no ano passado.

Michael Korrel e Kazbek Zankishiev

Yelyzaveta Kalanina dominou nos +78kg , vencendo na final a medalhista de prata da Bósnia-Herzegovina Larisa Ceric com um fantástico Osoto para Ippon, e conquistando a medalha de ouro para a Ucrânia.

Yelyzaveta Kalanina e Larisa Ceric

Nos +100kg, o georgiano campeão do mundo de Júniores Gela Zaalishvili, teve um dia incrível, derrotando na final o russo Ruslan Shakhbazov. Esta foi a sua primeira medalha de ouro de Séniores na prova.

Gela Zaalishvili e Ruslan Shakhbazov

A comitiva portuguesa

A competir em -100kg, Jorge Fonseca perdeu hoje frente ao irlandês Benjamin Fletcher no combate de repescagem para a conquista da medalha de bronze, por Waza-ari, depois de ambos os atletas terem sofrido duas penalizações. O judoca ficou-se assim pelo quinto lugar.

Benjamin Fletcher e Jorge Fonseca

Em -78kg, Yahima Ramirez foi derrotada por Ippon frente à alemã Luise Malzahn.

Na categoria de +78 kg, Rochele Nunes foi eliminada também por Ippon no combate inaugural, frente à judoca Larisa Ceric.

No primeiro dia da prova Catarina Costa conquistou a única medalha para a seleção nacional, de bronze, na categoria de -48 kg, a sua segunda este ano.

O Movimento do dia

O nosso movimento do dia coube ao russo Khusen Khalmurzaev. Defrentando na segunda ronda uma das novas revelações em -90kg, o japonês Sanshiro Murao, o judoca mostrou a sua superioridade técnica atacando com um Uchi-mata e lançando depois pelo ar o japonês para Ippon.

Uma bela conclusão dos três dias cheios de ação e judo espetacular em Baku.

A próxima paragem será na China.