Cacique Raoni recebe apoio em França

Cacique Raoni recebe apoio em França
Direitos de autor REUTERS/Regis Duvignau
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Chefe da tribo dos caiapós está a terminar périplo pela Europa. No regresso ao Brasil, quer encontrar-se com Bolsonaro para que pare as "besteiras" na Amazónia

PUBLICIDADE

O Cacique Raoni tinha 24 anos quando conheceu as primeiras pessoas fora da tribo dos caiapós, na Amazónia. Começou então, em 1954, o caminho que havia de o transformar num dos principais ícones dos povos indígenas.

Raoni está a terminar um périplo pela Europa, onde veio pedir apoio e uma acção urgente de proteção do ambiente e dos povos indígenas. Em conversa com os jornalistas em Lyon, Raoni manifestou vontade de ir a Brasília para se encontrar com o presidente Brasileiro. Diz que quer falar com Bolsonaro para que pare de fazer "besteiras" na Amazónia.

Em França, recebeu mais um apoio. Gerard Collomb, presidente da Câmara de Lyon e antigo ministro do Interior diz que lutar "para evitar a desflorestação da Amazónia é um esforço diário" e garante que a cidade que governa está empenhada nesta luta.

Esta segunda-feira, o líder indígena da Amazónia recebeu também um importante apoio do Papa Francisco, em Roma.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chefe Raoni com "ligeiras melhoras" após mudar de hospital

Em um ano, Amazónia perde área equivalente a cinco vezes São Paulo

Novo alerta de perigo na Amazónia