Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Mundial de Futebol Feminino prestes a arrancar

Mundial de Futebol Feminino prestes a arrancar
Tamanho do texto Aa Aa

É esta sexta-feira que as francesas e as sul-coreanas dão o pontapé de saída no Campeonato do Mundo de Futebol feminino, no Parque dos Príncipes, em Paris. Todas as equipas sonham com o troféu, mas as americanas, vencedoras em 2015, mantém o favoritismo.

"Acho que o nível da competição desde há quatro anos cresceu exponencialmente. As diferentes seleções agora estão mais fortes e vai ser um Campeonato do Mundo muito aberto. Estamos muito animados e prontos para o ataque", diz a selecionadora norte-americana, Jill Ellis.

Na verdade, muito mudou nos últimos anos. O futebol feminino está cada vez mais atrativo. A atacante, Alex Morgan, é uma das estrelas da equipa americana e conta com 10 mil seguidores nas redes sociais.

"Este campeonato do mundo vai ser muito bom. Penso que a França vai realizar um torneio incrível e estou ansiosa para que a FIFA também aposte e realmente veja esta competição com um caminho para o futuro do futebol feminino".

Este fervor, que começou nos Estados Unidos, atravessou o Atlântico e espalha-se pela Europa. As melhores jogadoras americanas já não hesitam em vir jogar nos grandes clubes europeus. Wendie renard, defensora da equipa de França, afirma: "Quando se tem um nome já bem estabelecido no futebol masculino e se tem uma secção feminina a nascer; isto é, obviamente, um trunfo adicional para este Campeonato do Mundo e para o desenvolvimento do futebol jogado pelas mulheres. »

O interesse do público é cada vez maior. 2019 é o ano de todos os recordes: 60 mil espetadores assistiram a um jogo feminino entre o Atlético de Madrid e o Barcelona e 40 mil marcaram presença num jogo do campeonato italiano. Uma benção para a FIFA que se prepara para um sucesso sem precedentes nesta 8° edição do Mundial de Futebol feminino.

"Giani Infantino anuncia mais de mil milhões de espectadores. Se fizermos uma lista de eventos desportivos que ultrapassam mil milhões de espectadores, há 7 no mundo. Este Mundial faria parte deste círculo fechado de 7 grandes eventos mundiais. Sim, há grandes espetativas. A FIFA anuncia que há 20 milhões de mulheres a jogarem futebol no mundo. A meta é crescer para 60 milhões em 5 anos. É enorme!, afirma o presidente do Comité "França 2019", Erwan Le Prevost.

O repórter da Euronews, Cyrill Collot, tem acompanhado os preparativos na cidade de Lyon, que vai receber a fase final da prova: "É aqui, atrás de mim, que a final deste Campeonato do Mundo de Futebol Feminino de 2019 será disputada no dia 7 de julho. Os 58 mil bilhetes já foram vendidos, prova do extraordinário entusiasmo que esta competição está a gerar em França. Agora cabe às 24 seleções garantir o espetáculo, até à final".