Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Protesto em defesa de uma Madrid menos poluída

Protesto em defesa de uma Madrid menos poluída
Direitos de autor
رويترز
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Desafiando a vaga de calor, milhares de pessoas desfilaram na capital espanhola para exigir a manutenção do projeto Madrid Central, que restringia o tráfego antomóvel no centro da cidade para reduzir os níveis de poluição.

O novo governo municipal de centro-direita decidiu abandonar o plano do anterior executivo de esquerda, classificando-o de um "fracasso", sem oferecer para já alternativa.

Paco Segura, coordenador da ONG Ecologistas em Ação, diz que "a Organização Mundial de Saúde estima que, em Espanha, 8900 pessoas morrem de forma prematura todos os anos devido ao dióxido de nitrogéneo. Madrid Central foi desenhado para cortar em metade os níveis [de poluição]. Madrid é uma das áreas de Espanha mais poluídas em termos de dióxido de nitrogéneo, por isso grande parte dessas mortes acontece nesta cidade".

Em vigor desde 30 de novembro, o projeto Madrid Central - que restringia o tráfego automóvel aos residentes, veículos sem emissões poluentes e ambulâncias e viaturas municipais - tinha evitado que a União Europeia impusesse à Espanha uma multa milionária devidos aos altos níveis de poluição na capital.