Trump deu passo histórico e cruzou fronteira na Coreia

Trump deu passo histórico e cruzou fronteira na Coreia
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Numa visita "para dizer olá", Donald Trump esteve com Kim Jong-un. As conversações sobre a desnuclearização vão continuar.

PUBLICIDADE

É um passo que nenhum presidente norte-americano tinha dado antes: Ao passar a linha de demarcação, Donald Trump entrou em território norte-coreano. Este encontro com Kim Jong-un foi decidido à última hora, nas palavras do próprio presidente dos Estados Unidos, "para dizer olá".

Foi um passo bem acolhido pelo líder da Coreia do Norte: "O gesto do presidente Trump, ao cruzar a linha de demarcação militar, é uma expressão da boa vontade em eliminar o passado infeliz e abrir um futuro novo", disse Kim Jong-un.

Trump respondeu: "É uma honra estar consigo e foi uma honra ter-me convidado a cruzar a linha. Foi com muito orgulho que o fiz. Não tinha a certeza que me fosse fazer esse convite, mas estava pronto para aceitar. Quero agradecer-lhe. Foi enorme. Foi histórico".

O presidente da Coreia do Sul Moon Jae-in, com quem Trump esteve em Seul antes deste encontro, acompanhou-o na visita ao vizinho do norte. Depois desta reunião, os Estados Unidos e a Coreia do Norte vão continuar as conversações sobre o processo de desnuclearização, parado desde o fracasso da cimeira de Hanói em fevereiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estados Unidos e Coreia do Norte trocam acusações

Coreia do Norte lança dois projéteis

Kim Jong-Un quer plano de "longo prazo" para relações bilaterais com a Rússia