EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Estados Unidos e Coreia do Norte trocam acusações

Estados Unidos e Coreia do Norte trocam acusações
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Delegações de ambos os países reencontraram-se à mesa, na Suécia, e durante oito horas e meias debateram a desnuclearização. De novo, sem sucesso

PUBLICIDADE

Caíram por terra, outra vez, as negociações entre Estados Unidos e Coreia do Norte.

As duas delegações voltaram a reunir-se em Estocolmo, na Suécia, para debater a desnuclearização, mas falharam o consenso e acabaram a trocar acusações pelo insucesso em novo encontro bilateral.

Para o negociador chefe da Coreia do Norte, "os Estados Unidos não abdicaram da postura e dos pontos de vista antigos".

"Os Estados Unidos elevaram as expectativas ao sugerirem abordagens flexíveis, novos métodos e soluções criativas, mas desapontaram-nos muito e refrearam o nosso entusiasmo quando se apresentaram de mãos vazias na mesa das negociações", afirmou Kim Myong Gil.

Do lado de Washington, a porta-voz Morgan Ortagus considerou que "as declarações da coreia do Norte não refletem o conteúdo nem o espírito das negociações, que juntaram as duas partes à mesa durante oito horas e meia", precisou.

O reencontro entre as duas delegações decorreu poucos dias após a Coreia do Norte ter testado (quarta-feira) o lançamento de um míssil balístico submarino.

A aproximação entre Washington e Pyongyang parecia estar de novo no bom caminho depois de Donald Trump ter visitado Kim Jong-un em junho e ter inclusive, na altura, tornando-se no primeiro Presidente dos Estados Unidos a pisar território da Coreia do Norte.

Afinal, agora, voltou tudo à estaca zero no processo de desnuclearização da península coreana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coreia do Norte realiza testes com mísseis de curto alcance

Trump deu passo histórico e cruzou fronteira na Coreia

Coreia do Sul quer que Rússia cesse de imediato acordo com Coreia do Norte