A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Apreendido navio suspeito de transportar petróleo para a Síria

Apreendido navio suspeito de transportar petróleo para a Síria
Direitos de autor
REUTERS/Stringer
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um navio suspeito de transportar petróleo para a Síria foi apreendido ao largo de Gibraltar pelas autoridades do enclave, com a ajuda da Marinha britânica.

Gibraltar não referiu a origem do petróleo, mas segundo a publicação especializada Lloyd's List, o petroleiro, com bandeira do Panamá, transportava petróleo iraniano.

"Esta intervenção resultou de informações que deram ao Governo de Gibraltar motivos razoáveis para acreditar que o navio 'Grace 1' estava a violar as sanções da União Europeia contra a Síria. Na verdade, temos razões para acreditar que o 'Grace 1' transportava um carregamento de petróleo bruto para a refinaria de Banyas, na Síria", afirmou o ministro principal de Gibraltar, Fabian Picardo.

Esta operação não agradou a Espanha que não reconhece as águas à volta de Gibraltar como britânicas.

"Patrulhas da Guardia Civil estiveram a garantir a segurança da zona, mas estamos a estudar as circunstâncias em que isso aconteceu. Foi um pedido dos Estados Unidos ao Reino Unido e estamos a ver de que maneira isso afeta a nossa soberania, porque aconteceu no que consideramos águas espanholas", disse o ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros, Josep Borrell.

O facto de a carga do navio ser provavelmente iraniana e de a apreensão ter sido ordenada pelos Estados Unidos aponta para um novo esforço de Washington no sentido de travar as vendas globais de petróleo bruto do Irão.