EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

João Félix quer fazer "história" no Atlético de Madrid

João Félix quer fazer "história" no Atlético de Madrid
Direitos de autor  REUTERS/Juan Medina
Direitos de autor  REUTERS/Juan Medina
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O avançado de 19 anos recusa comparações com Cristiano Ronaldo, depois de se ter tornado o jogador português mais caro de sempre.

PUBLICIDADE

Com pompa e circunstância, João Félix foi apresentado oficialmente esta segunda-feira como jogador do Atlético de Madrid no Estádio Wanda Metropolitano.

Os 126 milhões de euros da transferência fizeram de João Félix o futebolista português mais caro de sempre - bem como a quarta contratação mais elevada da história do futebol mundial - e não faltaram comparações a Cristiano Ronaldo.

No entanto, o avançado, de 19 anos, coloca o futebolista da Juventus no topo mundial e mostra-se somente interessado em escrever a "própria história" na equipa orientada pelo técnico Diego Simeone.

"O Cristiano é um grande jogador. É atualmente o melhor do mundo e, se calhar, de sempre. Na seleção sempre falou muito de Madrid, que gostou muito. Mas estou aqui para fazer a minha história, para ser lembrado como o João Félix. Cristiano é o Cristiano e eu quero ser eu mesmo", afirmou o jovem internacional luso.

Numa conferência de imprensa que registou um aparato mediático pouco habitual no Atlético de Madrid, realizada na sequência do vídeo de oficialização da transferência no Museu do Prado, João Félix evitou comentar os valores do negócio.

"Os valores são questões de mercado e eu não percebo nada disso. Limito-me a jogar e a fazer o melhor que posso para ajudar", resumiu.

João Félix chega ao Atlético de Madrid com a missão de fazer esquecer Antoine Griezmann. O ex-avançado do Benfica herdou mesmo a camisola 7 do internacional francês, que se tornou o maior goleador do clube colchonero nos últimos 40 anos, com 133 golos em 257 jogos, e foi elogiado pelo presidente dos 'colchoneros', Enrique Cerezo.

"Tens tudo para triunfar e sabemos que a camisola 7 que terás será a camisola do compromisso. Tens o nosso apoio e o apoio dos melhores adeptos do mundo", declarou o líder do clube da capital espanhola diante dos jornalistas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Real Madrid anuncia a contratação de Kylian Mbappé

Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

Portugal, Espanha e Marrocos vão organizar o Mundial de Futebol de 2030