Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Noruegueses e russos investigam submarino nuclear naufragado

Noruegueses e russos investigam submarino nuclear naufragado
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma missão conjunta entre a Noruega e a Rússia levou um drone subaquático à carcaça do submarino nuclear soviético "Komsomolets" que se encontra a uma profundidade de 1658 metros em águas territoriais da Noruega.

O objetivo da missão é avaliar os níveis de radiação no compartimento onde se encontra o reator nuclear.

Uma das amostras recolhidas sugere um nível 100 mil vezes mais elevado do que seria normal no interior do submarino. Outras duas amostras apresentam resultados normais.

O submarino soviético naufragou em 1989 e é visitado de tempos a tempos para medir os níveis de radiação no local.

Nos anos 90 foi detetada uma fuga radioativa que contudo não tem afetado a vida marinha segundo os especialistas.

Para além do reator nuclear que foi desligado durante o incêndio que esteve na origem do naufrágio, o submarino tem ainda dois torpedos nucleares a bordo.

O incidente custou a vida a 42 marinheiros soviéticos.