Última hora

Noruegueses e russos investigam submarino nuclear naufragado

Noruegueses e russos investigam submarino nuclear naufragado
Tamanho do texto Aa Aa

Uma missão conjunta entre a Noruega e a Rússia levou um drone subaquático à carcaça do submarino nuclear soviético "Komsomolets" que se encontra a uma profundidade de 1658 metros em águas territoriais da Noruega.

O objetivo da missão é avaliar os níveis de radiação no compartimento onde se encontra o reator nuclear.

Uma das amostras recolhidas sugere um nível 100 mil vezes mais elevado do que seria normal no interior do submarino. Outras duas amostras apresentam resultados normais.

O submarino soviético naufragou em 1989 e é visitado de tempos a tempos para medir os níveis de radiação no local.

Nos anos 90 foi detetada uma fuga radioativa que contudo não tem afetado a vida marinha segundo os especialistas.

Para além do reator nuclear que foi desligado durante o incêndio que esteve na origem do naufrágio, o submarino tem ainda dois torpedos nucleares a bordo.

O incidente custou a vida a 42 marinheiros soviéticos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.