Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Trump desiste de incluir pergunta sobre nacionalidade no Censo

Donald Trump nos jardins da Casa Branca
Donald Trump nos jardins da Casa Branca -
Direitos de autor
REUTERS/Carlos Barria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O censo de 2020 nos Estados Unidos não vai afinal incluir a pergunta sobre a cidadania.

Donald Trump voltou atrás na decisão. O presidente dos Estados Unidos não admite uma derrota nesta matéria, apesar de não ter conseguido ultrapassar o chumbo do Supremo norte-americano.

Numa declaração nos jardins da Casa Branca, Trump ironizou dizendo que "houve tempos em que era fácil responder a estas questões" e se declarava "com orgulho" que se era cidadão dos Estados Unidos. Agora, diz o chefe de Estado, "querem apagar a palavra cidadania".

Trump não desiste da intenção de apurar quantos residentes no país têm nacionalidade dos Estados Unidos, mas diz que vai usar os serviços de informações para o saber.

A pergunta sobre a nacionalidade é vista como uma manobra do Partido Republicano para assustar os imigrantes, evitando que participem no Censo - o inquérito nacional que é realizado a cada 10 anos e que serve de base à atribuição do peso eleitoral de cada distrito.