Última hora

Trump desiste de incluir pergunta sobre nacionalidade no Censo

Donald Trump nos jardins da Casa Branca
Donald Trump nos jardins da Casa Branca -
Direitos de autor
REUTERS/Carlos Barria
Tamanho do texto Aa Aa

O censo de 2020 nos Estados Unidos não vai afinal incluir a pergunta sobre a cidadania.

Donald Trump voltou atrás na decisão. O presidente dos Estados Unidos não admite uma derrota nesta matéria, apesar de não ter conseguido ultrapassar o chumbo do Supremo norte-americano.

Numa declaração nos jardins da Casa Branca, Trump ironizou dizendo que "houve tempos em que era fácil responder a estas questões" e se declarava "com orgulho" que se era cidadão dos Estados Unidos. Agora, diz o chefe de Estado, "querem apagar a palavra cidadania".

Trump não desiste da intenção de apurar quantos residentes no país têm nacionalidade dos Estados Unidos, mas diz que vai usar os serviços de informações para o saber.

A pergunta sobre a nacionalidade é vista como uma manobra do Partido Republicano para assustar os imigrantes, evitando que participem no Censo - o inquérito nacional que é realizado a cada 10 anos e que serve de base à atribuição do peso eleitoral de cada distrito.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.