A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Javier Bardem pede a governo espanhol para ajudar migrantes

Javier Bardem pede a governo espanhol para ajudar migrantes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com 150 migrantes a bordo, ao largo da ilha italiana de Lampedusa, o navio humanitário Open arms está há quase duas semanas no Mediterrâneo sem poder desembarcar. Itália recusa o desembarque dos migrantes.

Segundo Ricardo Gatti, chefe da missão humanitária do navio espanhol, a situação piora de dia para dia. "Há brigas a bordo. Há um grande sofrimento psicológico. As pessoas que salvámos sentem uma grande ansiedade, são pessoas que já estavam em sofrimento devido aos seus próprios problemas", contou Ricardo Gatti.

O ator Javier Bardem pediu a intervenção do governo espanhol. "Pedimos publicamente ao presidente em funções Pedro que lidere com Espanha, país de origem da organização não governamental open armas e de nacionalidade espanhola , em nome de todos os que arriscam a vida para salvar outras pessoas, pedimos um procedimento para distribuir as pessoas salvas pelos diferentes países da União Europeia", declarou Bardem, num vídeo publicado na Internet.

Entretanto, esta segunda-feira, o navio humanitário Ocean Viking socorreu mais 105 migrantes nas águas internacionais ao largo da Líbia e transporta agora 356 pessoas. Malta e Itália recusaram-se a acolher os migrantes.