Última hora
This content is not available in your region

Itália aceita receber navio com 265 migrantes resgatados do Mediterrâneo

euronews_icons_loading
Itália aceita receber navio com 265 migrantes resgatados do Mediterrâneo
Direitos de autor  Joan Mateu/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Fim à vista para o tormento de 265 migrantes no Mediterrâneo há dias. Itália aceitou abrir o porto Empedocle, na Sicília, ao navio humanitário, de bandeira espanhola, da Organização Não-Governamental (ONG) Open Arms. Malta tinha já recusado.

A ONG tinha resgatado do mar, a 31 de dezembro 169 pessoas, este sábado fez subir a bordo mais 96.

Entre os últimos passageiros, a maioria oriundos da Eritreia, encontravam-se duas mulheres e 17 menores em hipotermia.

Na embarcação, viajaram ainda uma mulher grávida de nove meses e seis bebés.

De acordo com o executivo transalpino, em 2020, Itália recebeu 34 mil migrantes irregulares, o triplo do registado no ano anterior.

O país exige, no entanto, à União Europeia uma maior repartição de esforços para gerir o Mediterrâneo e a entrada de migrantes no espaço comunitário.