A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Orbán apoia Salvini, um "irmão de armas"

Orbán apoia Salvini, um "irmão de armas"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

"Um camarada de combate pela preservação do património cristão europeu e contra as migrações." O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, declarou-se desta forma um admirador do ímpeto nacionalista de Matteo Salvini, independentemente de pertencerem a grupos políticos europeus diferentes.

Fê-lo através de uma carta, que enviou ao líder da Liga, recém-derrotado em Itália na frente política doméstica.

Na missiva, publicada pela agência de notícias MTI, Orbán agradece ao "irmão de armas" pelos esforços que, segundo ele, beneficiaram Itália e toda a Europa, incluindo a Hungria.

Os dois líderes encontraram-se várias vezes nos últimos meses. Definem-se com um modelo para as forças nacionalistas europeias, defendem uma linha dura contra a imigração e falam em uníssono nas críticas às instituições da União Europeia.