EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Clima: Cruz Vermelha diz que necessidades humanitárias podem duplicar até 2050

Clima: Cruz Vermelha diz que necessidades humanitárias podem duplicar até 2050
Direitos de autor 
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Até 2050, mais de 200 milhões de pessoas por ano poderão necessitar de ajuda humanitária internacional como resultado de uma combinação de desastres relacionados com o clima e com o impacto socioeconómico das mudanças climáticas.

PUBLICIDADE

A Cruz Vermelha Internacional alerta que as alterações climáticas vão duplicar o número de pessoas a necessitar de ajuda humanitária até meados do século.

Segundo o presidente da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, Francesco Rocca, "até 2050, mais de 200 milhões de pessoas por ano poderão necessitar de ajuda humanitária internacional como resultado de uma combinação cruel de desastres relacionados com o clima e com o impacto socioeconómico das mudanças climáticas. Isso representa quase o dobro do número estimado de 108 milhões de pessoas que hoje precisam de ajuda do sistema humanitário internacional. Por causa de inundações, tempestades, secas e incêndios florestais. E mesmo até 2030, que está a apenas uma década de distância, esse número pode aumentar quase 50%".

Segundo as estimativas mais pessimistas da organização, o custo financeiro da intervenção humanitária provocada pelas alterações climáticas pode ultrapassar os 18 mil milhões de euros, anualmente, até 2030.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cruz Vermelha belga a braços com crise de voluntários

Macron promete mais fundos no combate às doenças infecciosas

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?