Última hora

Ofensiva turca no noroeste da Síria é iminente

Ofensiva turca no noroeste da Síria é iminente
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos estão a retirar do noroeste da Síria, abrindo a porta a uma ofensiva por parte da Turquia, que poderá acontecer "a qualquer momento".

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos e os combatentes curdos das Forças Democráticas da Síria, principais aliados de Washington na luta contra o Estado Islâmico, afirmaram que as tropas norte-americanas começaram a retirar da região.

Uma informação confirmada pelo presidente turco, que frisou que o seu país "terminou os preparativos, completou os planos da operação e emitiu as ordens necessárias". Recep Tayyip Erdogan precisou que a ofensiva é iminente e que a "operação será conduzida por terra e por ar", acrescentando que acredita que "os irmãos no lado sírio irão apoiar [a Turquia] com todo o seu poder".

Depois de um telefonema entre Erdogan e Donald Trump, a Casa Branca afirmou que a Turquia iria avançar em breve com os planos para criar uma "zona segura" no noroeste da Síria e que os Estados Unidos não iriam intervir.

Mas os combatentes curdos que controlam a região acusam Washington de "não cumprir os compromissos assumidos" e prometeram defender-se contra uma "invasão turca". As forças curdas afirmam ainda que a operação militar turca "terá um impacto bastante negativo na luta contra o Daesh, destruindo tudo o que foi conseguido em termos de estabilidade nos últimos anos".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.